C3M – Inserm U1065 (Português)

Ivanov S, Gallerand A, Gros M, Stunault MI, Merlin J, Vaillant N, Yvan-Charvet L, Guinamard RR

Eur. J. Immunol. 2019 Jun;

Abstract

PMID: 31251389

Macrofagos desempenham um papel central durante a infecção, inflamação e manutenção da homeostase dos tecidos. Os macrófagos foram identificados em todos os órgãos e a sua assinatura transcriptómica central e funções diferem de um tecido para outro. Curiosamente, os macrófagos também foram identificados na cavidade peritoneal e estas células têm sido amplamente utilizadas como modelo para fagocitose, eferocitose e polarização. Os macrófagos peritoneais estão envolvidos na produção de IgA da célula B, controlo da inflamação e cicatrização de feridas após lesão superficial do fígado induzida termicamente. Estas células presumivelmente requerem e interagem com o omento, onde células do estroma da mancha leitosa foram propostas para secretar o LCR1 (factor de estimulação da colónia 1). Os macrófagos peritoneais dependem do CSF1 para a sua geração e sobrevivência, mas a identidade das células produtoras de CSF1 dentro da grande cavidade peritoneal permanece desconhecida. Aqui investigámos a localização dos macrófagos peritoneais e a sua interacção com células mesoteliais, o principal tipo de célula prevista para secretar o CSF1. Os nossos dados revelaram que as células mesoteliais produzem CSF1 ligado à membrana e secretado que ambos sustentam o crescimento peritoneal de macrófagos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *