Comunicar em tempos de mudança no trabalho

A boa comunicação é sempre um desafio. Mas, em tempos de mudança, pode ser ainda mais desafiante. As pessoas são menos propensas a confiar nos outros e sentem-se menos seguras e mais stressadas quando o seu ambiente de trabalho muda. Isto pode causar problemas de comunicação e mal-entendidos. Eis algumas sugestões para comunicar positivamente durante os períodos de mudança de local de trabalho.

Comunicar com o seu gestor

Muitas vezes, não sabemos como é que as mudanças no trabalho (tais como uma reestruturação da empresa ou um novo gestor) irão afectar os nossos empregos e as nossas vidas. Assim, podemos preocupar-nos e tirar conclusões como estas:

  • “Com a reestruturação, terei mais trabalho a fazer. “
  • “Nunca serei capaz de aprender os novos procedimentos. “
  • “Nunca poderei fazer isto para além das minhas funções habituais. “Agora vou ter de mudar de escritório. “

Quanto mais cedo falar com o seu gestor para validar os efeitos que as mudanças terão no seu trabalho, mais fácil será para si adaptar-se e ajudar. O seu gestor pode não ter as respostas a todas as suas perguntas, mas é importante chamar a sua atenção para as suas preocupações.

P>Pedir coaching ou treino, se necessário. Mesmo os empregados mais qualificados necessitam de formação e assistência adicionais para satisfazerem novos requisitos e aprenderem a utilizar novos sistemas e procedimentos relacionados com os seus empregos.

Discutam quais os recursos ou ferramentas adicionais de que necessitam para satisfazer objectivos de trabalho novos ou em mudança. Peça o apoio e as ferramentas de que necessita para se destacar no seu trabalho. Por exemplo, poderá pedir ao seu gestor para rever novos formulários ou processos.

P>Pedir coaching ou formação, se necessário. Mesmo os empregados mais qualificados necessitam de formação e assistência adicionais para satisfazerem novos requisitos e aprenderem a utilizar novos sistemas e procedimentos relacionados com os seus empregos. Isto não envolve necessariamente um dispendioso programa de formação externo; o seu gestor pode, por exemplo, sugerir que um funcionário com mais conhecimentos lhe ensine coisas.

Comunicar com os seus colegas

Uma boa relação com os seus colegas pode ajudá-lo a construir confiança que o ajudará em tempos de incerteza.

Relações positivas com os seus colegas. Conhecer as pessoas. Ligue-lhes e tenha uma conversa. Faça um intervalo para café ou vá almoçar com os seus colegas, mesmo que seja um intervalo virtual por telefone ou videoconferência com alguém que trabalhe em casa.

Promote um trabalho bem feito. Quando notar um trabalho bem feito, elogie o seu colega. Mesmo os gestores gostam de receber feedback positivo.

Evite a máquina de rumores. Os rumores espalham-se rapidamente em tempos de mudança. Como a situação não é clara, as pessoas tiram conclusões e esperam o pior. Alguns dos rumores mais comuns ouvidos durante as mudanças de local de trabalho incluem:

  • “Vamos perder os nossos empregos. “
  • “A empresa vai ser vendida. “
  • “A planta vai fechar. “A nova equipa de gestão vai despedir-nos a todos. “Não acreditem em tudo o que ouvem”. Não publique sobre a sua empresa nos meios de comunicação social e não confie nas informações divulgadas sobre a mesma. Mesmo assim, poderá ver em linha posts preocupantes sobre a sua empresa. Peça ajuda ao seu gestor para distinguir factos de ficção ou reconhecer notícias falsas. Fale com o seu gestor ou outra pessoa de confiança com acesso a informações precisas e tente confirmar o que é verdadeiro e o que é falso. Lembre-se que a direcção pode não ter todas as respostas. Por vezes, como quando uma empresa é vendida ou comprada, poucas pessoas têm toda a informação.

    Não publique sobre o seu negócio nas redes sociais e não confie na informação difundida sobre ele. Mesmo assim, poderá ver em linha posts preocupantes sobre a sua empresa. Peça ajuda ao seu gestor para distinguir factos de ficção ou reconhecer notícias falsas.

    Fixar questões de comunicação no trabalho

    Quando o ritmo de trabalho é rápido e se está a sentir incerteza, não é invulgar ter um fusível curto. Podemos ser menos educados e esquecer de dar as últimas informações aos outros. Aqui estão algumas estratégias para evitar mal-entendidos e relações tensas no trabalho:

    Parecer que outros têm intenções positivas. Esperar mal-entendidos em tempos de mudança. Tome-os pelo que mais frequentemente são: mal-entendidos entre colegas de boa fé que tentam fazer o seu trabalho.

    p>Cuide-se de resolver problemas persistentes o mais depressa possível. Quanto mais tempo se evitar discutir situações difíceis, mais difícil será a sua resolução.p>Clarificar o problema. Está a sentir-se frustrado porque o seu novo gestor não tem o mesmo estilo de gestão que o antigo? Está a sentir-se stressado porque o seu colega não está a fazer a sua parte de esforço? Reconhecer o que o está a incomodar. Pense cuidadosamente para esclarecer as suas preocupações.

    Acorde um bom momento para discutir o problema. Esta deve ser uma reunião planeada, e não uma troca de passagem no corredor. Pode dizer ao seu colega ou gerente: “Gostaria de discutir uma situação que me preocupa. Poderíamos marcar uma hora para nos sentarmos e discutirmos o assunto? “

    Planeie o que vai dizer. Não se faça de rodeio. Em vez disso, certifique-se de que a conversa se mantém positiva e focalizada no tema. Este não é o momento para desabafar todas as suas frustrações. Dar prioridade. Também pode anotar o que quer dizer. Oferecer soluções e sugestões para lidar com o problema. Pode até preparar-se ensaiando o que vai dizer com antecedência.

    Seja tão específico quanto possível. Tente falar sobre o impacto do problema num contexto empresarial.

    Desde o início, indique a sua intenção de construir uma forte relação profissional. Se estiver a falar com o seu gerente, pode começar por dizer: “Ainda bem que estamos a falar porque quero resolver um problema que está a afectar o meu trabalho. “

    Descreve o problema. Ser tão específico quanto possível. Tente falar sobre o impacto do problema num contexto profissional. Por exemplo, se não obtiver as últimas informações com frequência suficiente, pode estar a dar aos clientes informações incorrectas ou desactualizadas.

    Tente manter-se calmo e não discutir uns com os outros. Quando se mantém calmo, está-se no controlo e aberto ao que a outra pessoa tem a dizer.

    Focalize em ser um bom ouvinte. Ter um bom ouvido é importante, quer esteja a resolver problemas com um colega, a falar com o seu gerente ou a falar com um membro da família ou amigo. Se tiver tendência para interromper outros, faça um esforço para corrigir esta falha.

    p>Utilizar canais de comunicação directa. Se estiver zangado com um colega, fale sobre isso com eles, não com outros colegas nas suas costas. Tente ter conversas importantes pessoalmente em vez de através de e-mail ou mensagens. Poderia abrir o diálogo dizendo: “Estou a ter problemas com o que aconteceu ontem. Haverá um momento em que possamos falar? “Se a questão for demasiado grande para ser resolvida por si, o seu gestor ou um colega de confiança poderá dar-lhe alguns conselhos úteis.

    Se disse algo de que se arrepende, peça desculpa pessoalmente. Se perdeu a calma com um colega por frustração, reagiu exageradamente durante uma reunião ou criticou alguém em público, um pedido de desculpas está em ordem. É melhor fazê-lo pessoalmente e em privado. O seu pedido de desculpas pode ser simples. Poder-se-ia dizer: “Desculpe ter-me deixado levar ontem. Não era essa a minha intenção. “

    Se tem alguma preocupação, fale sobre ela. Se um colega que também esteja sob pressão devido a mudanças no local de trabalho tiver sido rude ou impaciente, explique que isso o incomodou, de preferência pouco tempo depois dos acontecimentos e em privado. Podia começar a conversa dizendo: “Senti-me desconfortável ontem quando me corrigiu na frente do cliente. Poderíamos concordar em informar-nos mutuamente das mudanças quando os clientes não estão presentes? “

    Rembro de pedir para fazer uma pausa se achar que vai perder a paciência ou tornar-se demasiado emotivo. Ninguém o culpará se disser: “Preciso de uma pausa” ou “Gostaria de algum tempo para pensar nisso”

    Se uma situação difícil no trabalho continuar, encontre alguém para o ajudar. Poderá obter ajuda confidencial do departamento de recursos humanos da sua empresa, do seu programa de assistência aos empregados (EAP), de um colega de confiança noutra parte da organização, ou de alguém fora da organização.

    Ask para apoio da família e amigos. Muitas vezes voltamo-nos para dentro em tempos de crise ou de mudança, quando deveríamos manter as nossas ligações com as pessoas que amamos e em quem confiamos. Esteja aberto com o seu cônjuge ou parceiro sobre a situação que está a viver. Não se distancie de amigos ou colegas que possam oferecer o apoio de que necessita. A maioria das pessoas quer ajudar. Por vezes, eles só precisam de saber que você gostaria de ter o seu apoio.

    .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *