Empregadores: pode agora fazer atribuições voluntárias ao CPF dos seus empregados

Desde 3 de Setembro, os empregadores podem agora fazer atribuições on-line às contas de formação pessoal dos seus empregados, no website moncompteformation.gouv.fr, do Espace des employeurs et des financeurs (EDEF). Uma novidade inicialmente planeada para Junho, depois adiada devido à actual pandemia.

“Atribuir uma dotação”

Os empregadores podem pagar na conta de formação pessoal (CPF) dos seus empregados direitos de formação, para além dos direitos adquiridos através da actividade profissional.

Estes são “donativos”, cujo pagamento pode ser voluntário, ou resultar de uma obrigação por parte do empregador:

  • Dotação voluntária: o empregador pode pagar um donativo voluntário, no montante que desejar, a fim de apoiar financeiramente o projecto de formação do empregado, ou para o encorajar a formar
  • Direitos complementares: Pago ao abrigo de um acordo colectivo
  • Direitos de correcção: 3.000 euros, pagos pelo empregador, não tendo cumprido a sua obrigação de entrevista profissional

    Alf>Alf>dotação de trabalhador-licenciado: no montante de 3.000 euros, pagos no CPF do trabalhador após o despedimento por recusa de um acordo colectivo de desempenho

h2>Empregadores: Na prática, como é que atribui uma dotação aos seus empregados?

P>Primeiro, o empregador terá de se ligar à Área de Empregadores e Fundadores (EDEF). Para tal, é necessária uma autorização na Net-Entreprises. Assim:

  • Passo 1: no sítio web net-entreprises.fr, tornar-se intitulado a “My Training Account”
  • Passo 2: ir à EDEF para fazer as suas atribuições. Note-se que a autorização será efectiva no dia seguinte ao da sua validação na Net-Entreprises.

Num segundo passo, a fim de atribuir a dotação online ao empregado:

  • Passo 1: seleccionar “atribuir uma dotação” e “dotação voluntária”
  • Passo 2: identificar o beneficiário e o montante a atribuir

    Passo 3: efectuar o pagamento por transferência bancária

  • Passo 4: atribuição da dotação. Assim que o pagamento for recebido pela Caisse des Dépôts, o pagamento do empregador estará disponível no CPF

do empregado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *