Jude Bellingham, a nova pepita do futebol mundial

“Muita gente falou da minha transferência. Eles duvidaram da minha capacidade de competir com os outros médios da equipa”, explica confiantemente o fenómeno nascido no Quénia. “Hoje, a sua opinião parece ter mudado. Pude mostrar o que posso fazer em formação e também em competição na Liga dos Campeões e na Taça da Alemanha. Preciso de continuar por este caminho”.

Registos em espadas

O terceiro internacional mais jovem na história do futebol inglês – só Wayne Rooney e Theo Walcott fizeram melhor – e o mais jovem marcador de golo na Taça da Alemanha após a sua vitória de 5-0 sobre o Duisburg em Setembro passado, Jude Bellligham sonha em expressar o seu potencial em frente de estádios cheios. Tenho saudades de jogar em frente dos fãs”, disse ele. Em Dortmund, eles dizem que são óptimos. Tive a oportunidade de jogar alguns jogos em frente de uma pequena multidão, mas sonho em actuar em frente de 80.000 pessoas, foi por isso que vim aqui”.

Projecto escolar em Mombaça

Desde o início da época, o nativo de Stourbridge fez 28 aparições e forneceu três assistências. De facto, ele estava no alinhamento inicial na quarta-feira, quando o Borussia Dotrmund venceu o Sevilla de Espanha por 3-2 na primeira mão da sua Liga dos Campeões 1/8 final.

Jude Bellingham é generoso tanto no campo como na vida. O jovem meio-campista inglês acaba de concluir um projecto de construção de uma escola em Mombaça, Quénia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *