Medida de apoio às VSEs e PMEs: planos de liquidação de dívidas fiscais

Que empresas podem beneficiar destes planos de liquidação?

Estes planos de liquidação visam apoiar as empresas muito pequenas (VSEs) e as pequenas e médias empresas (PMEs), que são particularmente afectadas pelas consequências económicas da crise sanitária.

Vocês são destinados a comerciantes, artesãos e profissões liberais que iniciaram a sua actividade até 2019, independentemente do seu estatuto (empresa, comerciante único, etc.) e do seu sistema fiscal e de segurança social (incluindo microempresários), sem condições de sector de actividade ou perda de facturação.

Quais são os impostos em causa?

Diz respeito aos impostos directos e indirectos cobrados pela Direcção-Geral das Finanças Públicas, excepto os resultantes de uma auditoria fiscal, e cujo pagamento era devido entre 1 de Março de 2020 e 31 de Maio de 2020, se aplicável antes de uma decisão de adiamento devido à crise sanitária.

Isto inclui:

  • Imposto sobre o valor acrescentado e imposto de retenção na fonte devidos relativamente a Fevereiro a Abril de 2020, que deveriam ter sido pagos de Março a Maio de 2020
  • Imposto sobre o rendimento das pessoas colectivas e saldos do imposto sobre o valor acrescentado das empresas, que deveriam ter sido pagos entre Março e Maio de 2020 e cuja data de pagamento foi adiada para 30 de Junho de 2020.

Quais são as características destes planos de colonização?

Estes planos têm uma duração de 12, 24 ou 36 meses. As autoridades fiscais calculam esta duração de acordo com a dívida fiscal e social da empresa. Para planos com uma duração de 12 meses ou menos, a empresa não tem de fornecer quaisquer garantias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *