Navy: definição de marinha

Pronunciamento e Orth.: . Att. ds Ac. dep. 1694. Etymol. e Hist. A. 1. a) Ca 1140 “mar” (Geoffrey Gaimar, Hist. do inglês, ed. A. Bell, 5452); b) ca 1140 “costa, costa do mar” (Id., ibid., 1476); 2. a) xives precoce. “água do mar” (Ovid moralised, ed. C. de Boer, XV, 1343); daí b) 1694 (Ac.: Significa também, A rajada, o cheiro do mar. Cheira ao mar. tem um guindaste marinho); 3. 1699 “pintura representando o mar” (Roger de Piles, Idée du peintre parfait, p. 28 em Brunot t. 6, p. 716, nota 5); cf. em 1621 Marine “o mar representado num quadro” (René François, Essay des Merveilles de Nature, p. 399, ibid., p. 689, nota 6). B. 1. 1559 “domínio do mar”, prob. “arte da navegação” (Amyot, Thésée, 20 ds Littré); 1690 (Fur.: ciência da navegação ou arte de navegar); 2. 1616 “todo o pessoal e equipamento que constitui o poder naval de um país” (D’Aubigné, Histoire Universelle, X, cap. XI, ed. A. de Ruble, t. 6, p. 233); 1694 (Ac.: Oficial da Marinha, Oficial da Marinha. Da mesma forma, não é possível dizer que a palavra “marinha” não é usada na língua francesa, mas sim que é usada na língua francesa. A palavra “marinha” é usada na língua francesa para se referir à “marinha” do país em que o navio está localizado. Substantivo fem. de marin1*, o adj. lat. marinus, -a, -um já sendo usado no sentido de “água do mar” em loca marina aqua e “beira-mar, costa” em loca marina (cf. TLL s.v. 386, 21 e 398, 14). Bbg. Quem. DDL t. 16.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *