Os trabalhadores chineses ganham agora quase tanto como os seus colegas portugueses

Um trabalhador industrial chinês ganha agora mais do que os seus colegas brasileiros, argentinos e mexicanos. Isto segundo um estudo do Euromonitor, relatado pelo Financial Times. Entre 2005 e 2016, o salário médio por hora de um trabalhador industrial chinês aumentou de 1,2 dólares para 3,6 dólares, um aumento de 300%.

Um trabalhador industrial chinês ganha agora mais do que os seus colegas brasileiros, argentinos e mexicanos. Isto segundo um estudo do Euromonitor, relatado pelo Financial Times. Entre 2005 e 2016, o salário horário médio de um trabalhador da indústria transformadora chinesa subiu de $1,2 para $3,6, um aumento de 300%.

Nos países da América do Sul (com excepção do Chile) e da África do Sul, os salários horários diminuíram em vez disso. No mesmo período, no Brasil, os trabalhadores perderam 20 cêntimos no seu salário horário (de $2,9 a $2,7/hora), no México perderam 10 cêntimos (de $2,2 a $2,1/hora) e na África do Sul, mais de 70 cêntimos (de $4,3 a $3,6/hora).

Os salários horários chineses também ultrapassaram os da Argentina, Colômbia e Tailândia no mesmo período, graças à entrada da China na Organização Mundial do Comércio em 2001.

O trabalhador chinês ainda ganha 20% menos do que os seus colegas em Portugal

Com essa taxa horária, o trabalhador chinês aproxima-se gradualmente dos níveis salariais dos países conturbados da zona euro. Em Portugal, o trabalhador local perdeu quase 2 dólares em salários por hora desde 2005. Em 2016, o salário médio por hora era de $4,5/hora, contra $6,3 há 10 anos.

O aumento do salário por hora da China é sem precedentes. Mesmo na Índia, que tem crescido fortemente, ano após ano, os salários horários estagnaram em cerca de $0,7 durante 10 anos.

Screenshot 2017-02-27 08.05.15

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *