Osteoporose: um tiro diário para ossos mais fortes?

11 de Dezembro de 2002

A Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) acaba de colocar o seu selo num tratamento incomum para a osteoporose. Incomum e que deixa a desejar, pois é uma injecção diária na coxa ou… abdómen.
Teriparatide, extraído da hormona paratiróide que regula o nível de cálcio no sangue, acaba de ser testado durante 19 meses numa coorte de 1.600 mulheres pós-menopausa e osteoporótico. Com bons resultados, uma vez que ao ritmo de uma injecção diária, a densidade mineral óssea medida a nível vertebral e no osso pélvico foi claramente aumentada no final do tratamento.

Esta substância teria assim demonstrado ser muito superior ao tratamento recebido pelo grupo de controlo, e baseada num suplemento de cálcio e vitamina D. Um tratamento que, no actual estado da arte, não representa o que se faz de mais eficaz… Dito isto, sendo estabelecida a eficácia do teriparatido, a sua utilização está hoje autorizada… sob controlo. Porque não seria sem riscos.

A FDA cita de facto estudos que, realizados no rato, teriam mostrado um aumento do risco de osteosarcoma, um cancro dos ossos certamente raro, mas grave. Nenhum caso foi registado em humanos, mas a agência sublinha que “o risco não pode ser totalmente excluído”.

p>Agora, resta saber se os potenciais pacientes estarão preparados para dar a si próprios uma injecção diária na coxa ou no abdómen! Se a descoberta torna a felicidade dos investigadores que louvam a elegância do seu modo de acção, os próprios clínicos – reumatologistas ou clínicos gerais – permanecem cépticos. Também se deve dizer que são eles que devem tratar os doentes…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *