TLFi (Português)

FOOT n. m.
século X. Do latim pes, pedis, “pé”
★I. No homem.
☆1. A extremidade do membro inferior, articulada à perna pelo tornozelo, e sobre a qual o corpo repousa na estação erecta e para caminhar. Pé direito, esquerdo. O pé é constituído pelo tarso, metatarso e dedos dos pés. Um dedo do pé. A sola do pé. O passo interior, ver esta palavra. Ter pés grandes e pequenos. Pé grego, com o segundo dedo do pé mais comprido que o dedo grande do pé. Ter pés doridos, pés frios. Ter uma buzina no pé. Para tomar um banho de pés. Espalhar, empurrar algo para longe do pé. Para dar um pontapé, para receber um pontapé. Para tropeçar, ver esta palavra. Pisar com o pé. Levantar-se, levantar-se em bicos de pés. Estar descalço, andar descalço. Um va-nu-pieds, ver esta palavra. Calço de pé, Aquecedor de pés, Shoehorn, Cobertura de pés, Descalço, Debaixo do pé, ver estas palavras. PATOL. Pé torto, deformidade permanente do pé, congénita ou adquirida. (Substantivamente, com um hífen. Um pé torto, uma pessoa afligida por esta condição). Pé plano, tendo um colapso do arco do pé. Pé oco, caracterizado por arqueamento excessivo do arco plantar. Pé equino, ver EQUINO. Pé de atleta, condição de pele fúngica, localizada entre os dedos dos pés e caracterizada por fissuras mais ou menos profundas. – Loc. e expr. da cabeça aos pés, dos pés à cabeça, dos pés à cabeça, inteiramente. Examinar alguém da cabeça aos pés. Para ser encharcado da cabeça aos pés. Estar armado, vestido da cabeça aos pés. Valet de pied, valet in livery que acompanhou grandes pessoas nas suas viagens e, por extensão, criado de uma grande casa. Gens de pied (anciennt.), infantrymen. Estar armado ao pé, segurar a espingarda para que o rabo descanse no chão perto do pé direito. En pied, dito de uma obra que representa um modelo em pleno e de pé. Retrato a todo o comprimento. – Em alusão a um episódio do livro de Daniel, no Antigo Testamento. Um colosso com pés de barro, ver Colosso. Por alusão ao ritual instituído por Cristo. A lavagem dos pés, ver Enema. ANTIQ. GRECQ. Hermes com pés alados. Aquiles com pés leves. – HIST. Berthe au grand pied, alcunha dada à mãe de Carlos Magno. Blackfoot, ver esta palavra. – Fig. Para remover um espinho do lado de alguém, para o tirar de problemas, para o ajudar numa situação difícil. Encontrar um sapato para caber, encontrar exactamente a coisa certa, e, por extensão, encontrar uma pessoa para casar. – Por meton. O pé de um par de collants, uma meia, a parte que cobre o pé. Um par de calças com pés. Diz-se também pé, em oposição a cabeça, da parte da cama onde descansam os pés da pessoa deitada.
☆2. O pé entra em muitas expressões e locuções utilizadas para descrever a forma como uma pessoa anda, a forma como se move, e, figueira. Caminhar com os pés para fora, para dentro. Caminhar na ponta dos pés, cautelosamente, e, figueira. O pé virou (velho). Para emaranhar os pés (fam.), ver Tangle. Arrastar os pés, avançar com dificuldade, e, fig. ser mendigado, actuar com más graças. Saltar com os dois pés juntos, mantendo os dois pés juntos e, fig., saltar com os dois pés sobre a oportunidade, sobre o negócio, apressar-se a aproveitá-la. Para ter um pé seguro. Ter as pernas do mar, não estar sujeito a enjôo. Atravessar um rio com os pés secos. Ter, para colocar o pé no estribo, ver estribo. Ter, colocar o pé no estribo, ver Estribo; ter, colocar o pé no estribo; ter, colocar o pé no estribo; ter, colocar o pé no estribo, ver Estribo. Levantar o pé, aliviar a pressão no acelerador, abrandar, e, fig., reduzir a actividade. – Loc. verbo. Colocar o pé para baixo, desmontar. Ter uma base, poder tocar o fundo da água sem ter a cabeça imersa. Perder o próprio pé, perder este apoio, e, fig. estar desconcertado, não saber onde se está. Tomar uma posição num lugar, estabelecer-se firmemente ali. Perder o próprio pé, recuar, fugir, e, fig. ceder, mostrar fraqueza. Para espezinhar, veja para espezinhar. Loc. adv. e adj. Para hiccup, ver Hiccup. De pied ferme, ver Ferme I. A pé, a pé, sem pedir emprestado um veículo. Para ir a pé. Andar a pé, correr a pé. Pescar a pé. Antigo. Aqui aloja-se a pé e a cavalo, sinal de certas pousadas que receberam viajantes e os seus montes. MILIT. Chasseur à pied, soldado pertencente a uma unidade de infantaria ligeira. – DROIT. Mise à pied, anciennt., o acto de arruinar alguém e de o privar de uma tripulação; por extensão, a acção de suspender alguém, de o exonerar das suas funções. – No vocabulário desportivo. Pé de apoio, pé de apelo. Contra-furador, ver esta palavra. No futebol, para controlar a bola com o pé. Um pontapé para o objectivo. Pontapé de canto, canto. No râguebi. Pontapé de penalidade, pontapé de conversão. DESC. Para pedir um pontapé, ver Chamada. – DANÇA. Foot-pass, ver esta palavra.
☆3. Em expressões essencialmente figurativas. Para descrever uma condição física ou moral. Para ter um bom pé, um bom olho, ver Eye. Estar de pé, estar pronto para a acção, ou ser recuperado de uma doença. Ele estava de pé às seis horas. Em breve estará de pé. Estar em pé de guerra, estar pronto para qualquer eventualidade. Ser incapaz de pôr um pé à frente do outro; ser exausto. Não se mover, não mover nem os pés nem as pernas (fam.), permanecer completamente imóvel. Ser atado de mãos e pés, reduzido ao desamparo, à mercê dos seus adversários. Ter um pé na sepultura, estar muito doente, perto da morte. Fam. e envelhecido. Ter um pé na sepultura, estar muito doente, perto da morte. Pop. Ir com um pé à frente, morrer, ser transportado para o chão. – Descrever a forma como se conduz a si próprio. Começar com o pé direito, empreender algo sob as condições certas. Não saber mais sobre que pé dançar, que lado tomar. Ter os pés no chão, mostrar senso comum, realismo. Para cortar a relva debaixo dos pés de alguém, para cortar a relva debaixo do pé, ver Corte. Para se dedicar a alguém (fam.), um gesto de zombaria, a mão esticada e o polegar no nariz. Loc. adv. e adj. Para o fazer, ver Para o fazer. Num instante, inesperadamente. Para lutar, para resistir pé a pé, corajosamente, sem ceder um centímetro de terra. – Famoso por ter subido com o pé esquerdo, por mostrar um mau feitio persistente. Para se levantar com o pé certo, com o pé errado. Pisar os dedos dos pés de alguém, intrometer-se nos seus poderes. Não soprar o nariz com o pé, ser arrogante, pretensioso. Pisar os dedos dos pés de alguém, intrometer-se nos seus poderes. Colocar os pés debaixo da mesa, sentar-se sem ter ajudado a preparar a refeição. Ter um pé dentro de casa, ter as entradas lá. Não pôr os pés num lugar, na casa de uma pessoa, para não querer mais lá ir. Cair de novo em pé, restaurar uma situação difícil, sair de um ponto apertado. Ter, para manter um pé em cada acampamento, para poupar cada uma das partes opostas. Pop. Dar a alguém um momento difícil, irritá-lo. Um chato, ver esta palavra. Colocar um pé dentro dela, dizer o que deve ser mantido em silêncio, abordar um assunto delicado sem cautela. Não ter os dois pés no mesmo sapato, ser activo, engenhoso, engenhoso, engenhoso. Tocar os pés com alguém, tocar, pastar o seu pé sub-repticiamente com o dela, marcar uma conivência ou um interesse galante. – Para marcar a submissão, respeito. Estou a seus pés. Atirar-se aos pés de alguém, cair aos pés de alguém, implorar a sua piedade, o seu perdão. Arrastar-se até aos pés de alguém, mendigar. Especial. Para se chegar aos pés, dito de um cão que responde ao apelo do seu dono e vem deitar-se perto dele. Elipse. Au pied!”
★II. Em animais. A extremidade inferior da perna ou pata de alguns mamíferos e algumas aves. Pé de um veado, de uma corça, de um javali. O pé torcido de Ruminantes. As patas do pato com a teia. Um pé munido de uma barbatana de orvalho, um casco, garras. Para limpar o pé de um cavalo. Aparar os pés de um cavalo, retirar o chifre supérfluo dos cascos com o pommel, sapateá-lo. EQUITAR. Mudança de pé, ver Mudança. Para galopar com o pé direito, ver Gallop. – COOKING. Pés de vitela em vinagrete. Pés de porco ou de porco grelhados, empanados. Pés de ovelha recheados. Pés embalados, ver Packet. Pés pequenos (envelhecidos), nome anteriormente dado a tordos assados, codornizes, ortolans e outras pequenas aves de sabor delicado. – Loc. e expr. Haut le pied, ver Haut. Para comprar gado, carne no casco, animais para abate ainda vivos. Fig. O pontapé do burro, ver Burro. Atirar com os quatro pés; agir ou reagir com vigor. Não é encontrado debaixo do pé de um cavalo (também dito debaixo do casco ou debaixo do degrau), não é facilmente encontrado. Famosos de ficar parados, de esperar muito tempo no mesmo lugar. Envelhecido. Pieds de mouche, escrita com caracteres pequenos e difíceis de ler (hoje dizemos Pattes de mouche). – VÈN. Pata de um animal de caça. Ser, estar em pé ou em pé, dito de um animal que deixa o local de repouso. Hallali sur pied. Para fazer as honras do pé, ver Honra. Por meton. O vestígio deixado pelo pé do animal. Para localizar, para seguir o pé de um veado. Levar o pé, seguir o rasto do animal de caça. Para fazer o pé, para avaliar a espécie, a idade, o tamanho do animal, examinando as suas impressões. O veneur reconhecido pelo pé que era uma corça. Contrafacção, ver esta palavra. – O disco carnoso que é o órgão de locomoção em gastrópodes, bem como a extensão muscular de Lamellibranchs. O pé de um caracol. – O pé, associado a um nome animal, entra na formação de um grande número de palavras compostas, as mais comuns das quais são objecto de uma entrada abaixo.
★III. Por anal. Aquilo em que uma coisa repousa; aquilo que suporta o peso de uma coisa.
☆1. A parte mais baixa de um aterro, de um edifício; a parte de um objecto que repousa no chão, serve de apoio. O sopé de uma montanha. Esta aldeia situa-se no sopé dos Pirenéus. O pé de uma muralha, de uma torre. O pé de uma escadaria. As pernas de uma cadeira, de uma cama. Pés trabalhados, acanelados, esculpidos. O pé de uma lâmpada. Um copo com um pé. Um pé removível e telescópico. O pé de uma câmara. Expr. famoso. Um nariz como o pé de uma panela, largo no fundo e virado para cima. – TECHN. O pé de uma vara, um pé de escorrega, ver Rod, Slide. Par ext. GEOM. O pé de uma perpendicular, o ponto em que a perpendicular a uma linha ou plano encontra essa linha ou plano. – Loc. e expr. De plain-pied, ver esta palavra. No mesmo pé, ver Trabalho. Ter um pé, em referência a um edifício, para ter uma boa fundação. Uma parede que tem pernas, mais espessas na base do que na parte superior. Dar um pé a uma escada, afastar o fundo da escada da parede, torná-la mais estável. Colocar alguém ao pé da parede (fig.), para lhe retirar toda a fuga. Prov. É ao pé da parede que se vê o pedreiro, ver Mason. MARINHO. Ter um pé na água, ou, simplesmente, ter um pé, dito de uma embarcação à vela que tem um forte calado.
☆2. A parte de uma árvore; uma planta que toca o solo. Sentar-se ao pé de uma árvore. St. Louis dispensou justiça aos pés de um carvalho. Para regar uma planta ao pé. O pé de um cogumelo. – Por meton. A própria planta. Uma vinha de quinhentos metros de vinha. Uma planta de tabaco. Reprodução de plantas de alface. Planta-mãe, uma planta seleccionada e cultivada para a produção de estacas ou enxertos. – Loc. e expr. Para circundar uma árvore ao pé, ver Círculo. Em pé, antes de a planta ser colhida. Trigo, madeira em pé. Para vender, para comprar uma colheita, um corte de pé. Murchar no pé, dito de uma planta que murcha, seca antes da colheita, e, fig. de uma pessoa que definha e é consumida com tédio.
★IV. Utilizado para denotar várias unidades de medida.
☆1. Uma unidade de comprimento em uso em França antes da introdução do sistema métrico, e que tem variado de acordo com o local e o tempo. O pied de roi ou pied de Paris valia 0,324 metros. O fathom valia um metro e o toise seis. O pé foi dividido em doze centímetros. Um homem de um metro e oitenta centímetros. Possuir alguns metros de terra. Pé quadrado, dito de uma área quadrada de um pé num lado, e pé cúbico, de um cubo, cada extremidade do qual valia um pé. – Também se refere a uma unidade anglo-saxónica no valor de 0,3048 metros e utilizada na aeronáutica para medir a altitude (pés simbólicos). Esta aeronave iniciou o seu procedimento de aterragem a 700 pés. – Loc. e expr. deitar-se a um metro de profundidade, estar morto e enterrado. Fig. Desejar, querer estar cem pés abaixo do solo, encher-se de vergonha, confusão. Para pôr uma língua de fora um pé de comprimento, para desejar sinceramente algo ou para precisar muito dele. Fazer um rosto com três metros de comprimento, para mostrar uma rancor animado. – Numa série de expressões e locuções, o pé designa uma medida aproximada, uma quantidade indeterminada. Au petit pied, em redução. Um tirano com um pézinho. Au pied de la lettre, de acordo com a carta, no sentido estrito. Para aplicar as regras à letra. Viver no casco, ter um estilo de vida importante e caro. Ser tratado em pé de igualdade com alguém, estar com alguém em pé de igualdade, intimidade, companheirismo.
☆2. PROS. GRECQ. E TARDE. Um grupo de duas a quatro sílabas, longas ou curtas, que formam a unidade métrica do verso. O spondee é um pé composto por duas sílabas longas, o dactyl um pé composto por uma sílaba longa seguida de duas sílabas curtas. – Por anal. S é utilizado abusivamente, em versification francês, como sinónimo de Sílaba. O alexandrino é um verso de doze pés.

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *