Tudo o que precisa de saber sobre o bronze e as suas patinas


A patina do bronze

O termo “patina” refere-se a uma técnica generalista que consiste em modificar um suporte para lhe dar outro aspecto através da aplicação de esmaltes.A fundição Patimart da Prestige Décoration dá-lhe alguns esclarecimentos sobre este assunto.

A Patina de Bronze?

Existem vários tipos de patinas, cada uma com diferentes efeitos decorativos. Será escolhida de acordo com o suporte e o tipo de decoração desejada. Se alguns são muito simples, rápidos, outros requerem um bom domínio dos princípios básicos da química dos metais e mais precisamente dos efeitos dos ataques ácidos sobre o cobre.

A pátina de bronze dá a cor da escultura de bronze.

As cores obtidas nas esculturas de bronze são feitas de ácidos aplicados a quente sobre o bronze.
Os diferentes ácidos dão então estas cores ao bronze que vai do preto ao verde, castanho .

O artesão que patinas a peça vem em último lugar. Ele aquece a peça com uma tocha e oxida a peça com ácido para lhe dar a sua cor. Consoante a natureza do ácido, obtém-se azul, preto, verde, dourado, castanho. O fabrico de bronzes é delicado e longo.

p>A escultura deve ser lixada e desengordurada, depois enxaguada bem,
Misturar nitrato de cobre com água (cerca de 20%),
A placa deve estar à temperatura correcta cerca de 80°,
Não deve ser colocado demasiado produto,
Enxaguar com água de vez em quando.
Quando todas as condições são preenchidas, ouve-se um “pschitt” por causa do calor e o fumo é libertado.
Então passar alternadamente a tocha (butano ou propano) e o nitrato.

Modificar a cor básica do nitrato de cobre

O nitrato de cobre é a pátina natural do bronze encontrada no exterior, pode ser modificada, por exemplo para verde antigo (verde escuro) com sulfureto de potássio. Colocar muito pouco produto num pouco de água.
Dependente da sua concentração de nitrato de cobre pode dar várias cores à escultura: verde antigo que parece ir para um castanho verde muito escuro.

Sulfureto de potássio (ou Barèges) pode dar preto.
O verde de nitrato de cobre pode ser feito para ficar azul. Este azul foi obtido com desobstrutor de refrigerante. Para o obter, basta mergulhar a parte fria no produto diluído (20% de água) e enxaguar imediatamente. Se esperar demasiado tempo, torna-se preto.

Com soda (NAOH) o azul é mais bonito. Proceder da mesma forma com 20% de água.
Com o nitrato de ferro, obtém-se castanho. Da mesma forma, foi filmado às escuras com Barèges.

Com óxido de ferro (férrico) e nitrato de ferro obtém-se um vermelho florentino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *