VÍDEO. Costa Rica devastada após o Furacão Otto

Furacão Otto deixou pelo menos nove pessoas mortas na Costa Rica. O mau tempo que levou à evacuação de 5.500 residentes e causou danos significativos. O sétimo furacão da época no Atlântico foi acompanhado por chuvas torrenciais na Costa Rica e na Nicarágua. “Um luto nacional de três dias é declarado a partir de segunda-feira, 28 de Novembro, quando os trabalhos de busca e salvamento terão terminado”, anunciou o Presidente da Costa Rica, Luis Guillermo Solis.

Em seis horas, choveu tanto como num normal Novembro em Upala, uma das aldeias mais duramente atingidas pelo furacão, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia. O furacão Otto passou pela Costa Rica durante quase 16 horas antes de entrar no Oceano Pacífico, pois foi rebaixado para uma tempestade tropical.

Não houve baixas na Nicarágua

Na Nicarágua, onde o Presidente Daniel Ortega tinha declarado o estado de emergência, não foram relatadas baixas. Os danos materiais, casas danificadas ou linhas telefónicas partidas, pareciam ser limitados, inclusive na cidade portuária de Bluefields, na Costa do Mosquito, no sudeste do país. Parte da população tinha sido evacuada para lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *